Bananinha Paraibuna Sem Adição de Açúcar é recomendada para antes ou depois da atividade física?

bananinha blog

12 set Bananinha Paraibuna Sem Adição de Açúcar é recomendada para antes ou depois da atividade física?

Não bastasse ser 100% fruta e conter nadica de nada de adição de açúcar, a Bananinha mais fit e querida do Brasil também é aclamada pelos praticantes de atividade física, como uma aliada perfeita na alimentação, associada ao treino. Só quem muita gente tem dúvida: é melhor consumir essa delícia antes ou depois do exercício?

Para resolvermos de vez esse enigma, conversamos com a gabaritada nutricionista Érica Gianjiope. E tivemos uma verdadeira aula sobre o assunto.

Bananinha no pré-treino

A Érica explicou que nas propriedades nutricionais da banana também está presente o carboidrato, notadamente reconhecido como a fonte de energia indispensável para antes da atividade física. Isso porque os músculos exigidos durante o exercício, compõem um importante reservatório energético do corpo humano. Em outras palavras, nosso corpo acumula esta reserva para poder usá-la em caso de esforço físico.

Portanto, se a gente inicia uma atividade sem um estoque adicional de carboidrato, o nosso corpo não vai queimar apenas gordura, como muita gente imagina. Ele também vai queimar massa muscular, ou seja, vai consumir os músculos como fonte de energia.

Bananinha no pós-treino

Nossa especialista também esclareceu uma informação, que ainda hoje é considerada um tabu por esportistas, que afirmam que a dobradinha perfeita na alimentação, associada ao exercício físico, se resume em consumir carboidrato antes e proteína depois.

Segundo a Érica, essa nem sempre é a atitude mais adequada. Ela adverte que depois da atividade física, principalmente a aeróbica, o corpo continua acelerado, necessitando de energia como combustível (Pra você ter uma ideia, essa aceleração é ainda maior cerca de duas horas após a atividade). E se essa energia não for reposta, o corpo passa a perder massa muscular.

Por este motivo, o consumo de carboidrato após a atividade é tão essencial quanto consumo pré-treino. Considerando, por exemplo, que em uma corrida de 30 minutos nós gastamos de 250 a 300 calorias, em média, dependendo do ritmo, comer uma Bananinha Sem Adição de Açúcar, que tem 60 kcal, após o exercício, representa, portanto, uma reposição muito bem-vinda. É claro que como existe esforço muscular, a proteína também é necessária.

Nossa “nutri” também achou relevante contar sobre relação entre a alimentação dos praticantes de atividade física e a sarcopenia, a perda natural de massa muscular a partir dos 35 anos de idade. É importante sabermos disso, porque nossa taxa metabólica basal (a quantidade de calorias que a gente gasta para viver), é significamente influenciada pela quantidade de massa muscular. O que significa que quanto mais músculo você tem, mais energia você gasta e vice-versa. É aí que a sarcopenia pode ser um gatilho para o sobrepeso ou até uma obesidade, porque a pessoa passa a gastar menos energia para viver.

Nesse sentido, manter a massa muscular com uma alimentação adequada, ou seja, um carboidrato antes e um carboidrato depois do treino, é uma boa pedida para quem já passou dos 35. A lógica é bem simples: você pode até não estar malhando para ganhar massa muscular, mas o ideal é que você sempre tenha o objetivo de não perder sua massa magra. Por isso, jamais não abandone o “carbo” no pós treino.

Assunto encerrado!

Bananinha Sem Adição de Açúcar vai muito bem antes e depois da malhação. Ah, a Érica também acrescentou que a banana é rica em potássio, um mineral muito importante para a atividade física. Ao lado do sódio, o potássio é o mineral eliminado em maior quantidade pelo suor. Esses dois elementos, inclusive, atuam em parceria para regular a pressão sanguínea. E o potássio, por si só, também é o responsável por evitar as “nunca bem-vindas” cãibras.

Essa fruta é mesmo tudo de bom 🙂

Sem comentários

Publique um comentário